Cloud Computing

Cloud computing e armazenamento em nuvem, são os sistemas mais utilizado nos últimos tempos, pois eles revolucionaram o método de como empresas e pessoas passam a consumir a tecnologia.

Mas do que realmente se trata e como funciona?

Pois bem, a ideia do cloud computing e a guarda de arquivos em um parque tecnológico veio para facilitar o acesso aos arquivos e sistemas, já que independe se estarão a alguns metros ou do outro lado do mundo, ou simplesmente, nos dois lugares, sendo um uma cópia de segurança do outro. O foco é conseguir acessar sistemas, dados, dentre outros arquivos pela internet de onde estiver. Por não se tratar de um lugar fixo, torna-se possível que várias pessoas acessem de diversos locais e consigam interagir com o conteúdo que está armazenado na nuvem, desde que sejam autorizados e tenha autenticação para a visualização. A atualização dos dados também acontece em tempo real, já que possui disponibilidade através da internet, além de ser efetuados backups periódicos.

Mesmo com pouco tempo de existência da tecnologia, empresários puderam observar que a computação em nuvem poderia ir além de que apenas uma ferramenta de armazenamento e backup de informações. Logo, empresas multinacionais começaram a investir no serviço como forma de melhoria e de ampliação em suas operações a baixos custos, as empresas de pequeno e médio porte também não ficaram pra trás, já passaram a aderir o que estava dando tão certo.

Atualmente, diversas organizações variando de grandes e pequenos portes, e em todo o planeta, investem na nuvem, fornecendo ambientes de trabalhos flexíveis, tornando processos mais eficientes por meio da integração, operando a automação e se aproveitando das diversas vantagens que permitem ações mais rápidas, principalmente quando se refere à adequação de mudanças no mercado.

O cloud representou uma revolução empresarial, já que possibilitou o acesso fácil e barato, onde pode-se reduzir custos e responsabilidades das infraestruturas locais próprias que possuíam. Outro fator que também impulsionou a adoção do sistema pelas empresas foi a necessidade de obter vantagens competitivas, visto que o mercado está cada vez mais acirrado, de forma que a tecnologia oferece condições de crescimento sustentável aos negócios, muitas vezes sem a necessidade de grandes investimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *